Publicidade
Rionegro e Solimões

Rionegro e Solimões

Vivendo Abandonado

Álbum: #Rionegro e Solimões - Mais Tocadas 2 Plays

Vivendo Abandonado Letra

Quando um grande amor se vai embora
A gente chora de saudade
Dá um nó no peito, sentimento,
Não tem jeito, que vontade.

Quando um grande amor se vai embora
A gente chora de saudade
Dá um nó no peito, sentimento,
Não tem jeito, que vontade.

Eu tô vivendo abandonado e sem carinho,
Tudo o que eu quero é você no meu caminho
Sem seu calor, a vida não tá com nada.
O seu olhar é a luz da minha estrada

Sem seu calor, a vida não tá com nada.
O seu olhar é a luz da minha estrada

Quando um grande amor se vai embora
A gente chora de saudade
Dá um nó no peito, sentimento,
Não tem jeito, que vontade.

Quando um grande amor se vai embora
A gente chora de saudade
Dá um nó no peito, sentimento,
Não tem jeito, que vontade.

O seu carinho me embriaga e eu fico louco
Quanto mais feio, mais eu quero e acho pouco.
Sem seu calor, a vida não tá com nada.
O seu olhar é a luz da minha estrada

Sem seu calor, a vida não ta com nada.
O seu olhar é a luz da minha estrada

Quando um grande amor se vai embora
A gente chora de saudade
Dá um nó no peito, sentimento,
Não tem jeito, que vontade.

Quando um grande amor se vai embora
A gente chora de saudade
Dá um nó no peito, sentimento,
Não tem jeito, que vontade.
Oh, saudade!
Que vontade!
Oh, saudade!
Que vontade!