Publicidade
7 Minutoz

7 Minutoz

Rap da Gamora (Guardiões da Galáxia) - A Mulher Mais Temida da Galáxia

Álbum: #7 Minutoz - Mais Tocadas 3 Plays

Rap da Gamora (Guardiões da Galáxia) - A Mulher Mais Temida da Galáxia Letra

No meio de um conflito
O meu planeta é atacado
O dia mais sombrio
Esse é o meu trauma do passado
Minha mãe com força me abraça
Choramos desesperadas
Nossa casa é encontrada
E nós fomos separadas
Perdida na multidão
Um ser de armadura dourada
Ele me olha com compaixão
E põe na minha mão uma adaga
Quando eu era criança
Aquele que chamam
De Titã Louco
Matou metade do meu povo

Eu só era uma criança quando cê me levou
Tudo que odeio sobre mim, você que me ensinou
Criada como uma assassina, sem conhecer o amor
Thanos, numa arma cê me transformou
E eu vou me vingar com aquela mesma adaga
A joia não terá porquê não ama nada
E quando sua vida acabar, saiba que a culpada
É Gamora!
A mulher mais temida da galáxia

E mesmo com todo esse caos
Conheci uma nova família
Por eles não desistiria
A minha terra vingaria
O universo defenderia
E Thanos eu mataria
É que agora eu sou uma Guardiã
Só eu sei onde a joia da Alma está
Pra poder pararmos o titã
Peter, cê diz que me ama, então vai ter que me matar

Eu só era uma criança quando cê me levou
Tudo que odeio sobre mim, você que me ensinou
Criada como uma assassina, sem conhecer o amor
Thanos, numa arma cê me transformou
E eu vou me vingar com aquela mesma adaga
A joia não terá porquê não ama nada
E quando sua vida acabar, saiba que a culpada
É Gamora!
A mulher mais temida da galáxia

Em Vormir
A joia está escondida
Só que aqui
Há um preço pra consegui-la
"Uma alma por uma alma"
O Caveira dizia
O preço é sacrificar
O que mais ama na vida
Eu rio porque ele
Não ama nada
Mas ele olha pra mim
Isso são lágrimas?
Me atirou para a morte
Enquanto eu caía, pensava
Então Thanos me amava

Eu só era uma criança quando cê me levou
Tudo que odeio sobre mim, você que me ensinou
Criada como uma assassina, sem conhecer o amor
Thanos, numa arma cê me transformou
E eu vou me vingar com aquela mesma adaga
A joia não terá porquê não ama nada
E quando sua vida acabar, saiba que a culpada
É Gamora!
A mulher mais temida da galáxia