Publicidade
MHRAP

MHRAP

O RAP MAIS INSANO DOS YONKOUS

Álbum: #MHRAP - Mais Tocadas 8 Plays

O RAP MAIS INSANO DOS YONKOUS Letra

Hey
MHRAP novamente

Os piratas mais temidos governadores dos mares
Yonkous reconhecidos, a frente da Grand Line
A fama espalha seus valores
A bandeira e suas cores
Contos de glória e de horrores
De tesouros caçadores
Letais e opositores
Da guerra são propulsores
Pro Governo um dos fatores
De no mundo causar pavores
Poder que gera tremores
Das águas são detentores
Do posto de Imperadores
Sejam cruéis ou benfeitores

Deixando a força de sua marca por toda e qualquer nação
Quem a deriva os encontra suplica
E implora por vida pedindo perdão
Eles carregam consigo o poder e a força
Dos membros da tripulação
Quem ousar desafiar vier a subestimar
Verás que o título obtido por eles não é em vão

Naufrágio de embarcação, inundação o inimigo cai
Afronta de frente Marinha
Ou gigante e até mesmo os Schibukai
Dos quatro cantos do topo
Carregam um nível que não se equipara
Eles são os mais próximos de um dia
Ser ocupante do trono de Rei dos Piratas

Charlotte é a grande mãe
Seu lado materno pode ser sombrio
Sorriso é grande, rodonda e incessante
Mas o coração se encontra tão frio
Saboreando sempre o gosto doce
Em vez do amargo se torna seu dom
Conhecida por Capitã dos piratas da Big Mom
Só a pressão da presença se torna grande ameaça
E se o medo sentir verá fugir de si a sua alma
Como um balão de ferro impenetrável, líder astuta
Indestrutível incomparável, e a defesa absoluta!
Das ilhas a proteção, no mar o nome tem respeito
Se o tempo é opção, verá o clima a cima de seu peito
Na festa do chá sem exitar ela faz o convite
E entenderá que seu poder descomunal não tem limite!

A besta mais poderosa, das cem feras, Kaido!
Calamidade assombrosa no posto de um Yonko
Sua força física tremenda é rigorosamente bruta
E em combate ele se torna um selvagem criatura
Nada o para nem fere mata-lo ninguém consegue!
Torturaram dezoito vezes só que nada acontece!
Quarenta execuções sofridas e a prova mais clara disso!
Caiu dez mil metros de altura tentando o próprio suicídio
Mas o seu porte é massivo e a resistência tamanha
Que ele continuou vivo e nem a morte o alcança

Tão negra quanto sua força é o seu lado sombrio
No começo era um homem bom mas que perante as trevas ele sucumbiu
Um membro do Barba Branca e de sua tripulação
Ao conhecer as frutas mudou o seu foco de visão!
Perigoso, egoísta, focado em sua ambição
Ex Schibukai que herdou a fruta da escuridão
Matando somente pra obter poder, e assim deu início a sua convicção
Um renegado com a índole fria, viria a ser do ex bandão o vilão
Mesmo com passado manchado, da glória tinha certeza
Se tornando assim temido como o grande Barba Negra
Até ser fim de Barba Branca, e então roubar o seu poder
Com a Gura Gura no Mi fazendo os mares tremer
Se orgulha de seus feitos por que o ego o dominou
Agora carrega o posto de elite patente obtida nível Yonko

Dentre eles, o Ruivo possui mais calma e bondade
Mas sua feição pode mudar quando se encontra no combate
Cicatrizes marcam, o longo histórico de batalhas
E contra Mihawk muitas delas se viram marcadas
O Governo o teme por ter medo de sucumbir
Frente a frente a Barba Branca fez o seu se dividir
Pode até o insultar, incomodar, fica por isso
Mas nunca ouse jamais, tocar em um de seus amigos
Aquele que viu o capitão morrer com um nobre sorriso
Detentor de um Haki do Rei, letal e destrutivo
Que perdeu um braço só pra poder salvar um amigo
Parando uma guerra inteira com apenas um aviso

No oceano ele é a lei, e sua fama navega
Respeitem a sua bandeira e o peso que ela carrega
Na mão direita o bisento, lutando em prol de seus filhos
Ondas de choque e o tremor que quebram o ar como vidro
E se navega e veleja, seu nome já se levanta
Em frente a proa, terra a vista, sente o peso, desce a ancora
Não busca prata nem ouro, só o bem dos meus tripulantes
Nunca ligou pra tesouro, família é mais importante

Os piratas mais temidos governadores dos mares
Yonkous reconhecidos, a frente da Grand Line
A fama espalha seus valores
A bandeira e suas cores
Contos de glória e de horrores
De tesouros caçadores
Letais e opositores
Da guerra são propulsores
Pro Governo um dos fatores
De no mundo causar pavores
Poder que gera tremores
Das águas são detentores
Do posto de Imperadores
Sejam cruéis ou benfeitores

Deixando a força de sua marca por toda e qualquer nação
Quem a deriva os encontra suplica
E implora por vida pedindo perdão
Eles carregam consigo o poder e a força
Dos membros da tripulação
Quem ousar desafiar vier a subestimar
Verás que o título obtido por eles não é em vão

Naufrágio de embarcação, inundação o inimigo cai
Afronta de frente Marinha
Ou gigante e até mesmo os Schibukai
Dos quatro cantos do topo
Carregam um nível que não se equipara
Eles são os mais próximos de um dia
Ser ocupante do trono de Rei dos Piratas