Mano Walter

Mano Walter

Joga o Laço (part. Xanddy)

Álbum: #Mano Walter - Mais Tocadas 3 Plays

Joga o Laço (part. Xanddy) Letra

Então rodou, rodou
Rodou, rodou
Rodou, rodou
Joguei
Então rodou, rodou
Rodou, rodou
Rodou com Mano Walter, papai!
Tem que respeitar, pai!
É Mano Walter e Harmonia, papai!

Eu vim de lá do Nordeste, cabra da peste
Eu vim de lá do Nordeste, cabra da peste
Eu vim de lá do Nordeste, cabra da peste
Eu vim de lá do Nordeste, cabra da peste

Eu sou vaqueiro e não dispenso um pagode
Entro na roda de samba e comigo ninguém pode
Chapéu de couro, sou o rei do meu pedaço
Vejo menina bonita e jogo logo o laço

E jogo o laço pro ar, eu sou peão
E jogo o laço pro ar, lá no sul ou no sertão
E jogo o laço pro ar, eu sou peão
E jogo o laço pro ar, lá no sul ou no sertão

Eu vim de lá do Nordeste, cabra da peste
Eu vim de lá do Nordeste, cabra da peste
Eu vim de lá do Nordeste, cabra da peste
Eu vim de lá do Nordeste, cabra da peste

Sou vaqueiro e não dispenso um pagode
Entro na roda de samba e comigo ninguém pode
Chapéu de couro, sou o rei do meu pedaço
Menina, o Mano Walter joga logo o laço

Eu jogo o laço pro ar, eu sou peão
Eu jogo o laço pro ar, lá no sul ou no sertão
Eu jogo o laço pro ar, eu sou peão
Eu jogo o laço pro ar, lá no sul ou no sertão

Então rodou, rodou
Rodou, rodou
Rodou, rodou
Joguei
Então rodou, rodou
Rodou, rodou
Rodou, rodou
Joguei

Eu vim de lá do Nordeste, cabra da peste
Eu vim de lá do Nordeste, cabra da peste
Eu vim de lá do Nordeste, cabra da peste
Eu vim de lá do Nordeste, cabra da peste

Eu sou vaqueiro e não dispenso um pagode
Entro na roda de samba e comigo ninguém pode
Chapéu de couro, sou o rei do meu pedaço
Vejo menina bonita e jogo logo o laço

E jogo o laço pro ar, eu sou peão
Eu jogo o laço pro ar, lá no sul ou no sertão
E jogo o laço pro ar, eu sou peão
Eu jogo o laço pro ar, lá no sul ou no sertão

Eu vim de lá do Nordeste, cabra da peste
Eu vim de lá do Nordeste, cabra da peste
Eu vim de lá do Nordeste, cabra da peste
Eu vim de lá do Nordeste, cabra da peste

Eu sou vaqueiro e não dispenso um pagode
Entro na roda de samba e comigo ninguém pode
Chapéu de couro, sou o rei do meu pedaço
Vejo menina bonita e jogo logo o laço

E jogo o laço pro ar, eu sou peão
Eu jogo o laço pro ar, lá no sul ou no sertão
E jogo o laço pro ar, eu sou peão
Eu jogo o laço pro ar, lá no sul ou no sertão

Então rodou, rodou
Rodou, rodou
Rodou, rodou
Joguei
Então rodou, rodou
Rodou, rodou
Rodou, rodou
Joguei
Então rodou, rodou
Rodou, rodou
Rodou, rodou
Então rodou, rodou
Rodou, rodou
Rodou, rodou
Eu joguei