Publicidade
7 Minutoz

7 Minutoz

Gabriel Rodrigues vs. Lucas A.R.T 2 - Duelo de Titãs

Álbum: #7 Minutoz - Mais Tocadas 1 Plays

Gabriel Rodrigues vs. Lucas A.R.T 2 - Duelo de Titãs Letra

[Lucas ART]
Gabriel Rodrigues
Eu já tô cansado dessa sua marra
Como se achasse que tu é o dono do mundo
Eu já tô cansado dessa graça
Porra parça, tá achando que é piada?
Muita calma, vagabundo
Eu trampo por nós dois
Essa briga nossa não fica pra depois
Sem desculpa na disputa, tá ligado?
Antes de tu atacar, vamos lembrar do passado
Você queria fazer vídeo e eu já fazia
Você queria fazer rap e eu já fazia
Ter te colocado aqui foi uma cortesia
Porque tudo nesses anos foi ideia minha
Mas calma parceiro, só te criticar, sem te dar um apoio? Jamais
Seu estilo lembra muito o meu
Cê escreve igual eu há uns três anos atrás
Sempre te amassei pra tu reclamar: Mas que dores
Sou o mais brabo de Konoha, ninja com ideia tática
Sempre te quebrei, eu que mando nos bastidores
Compenso a massa de gordo no peso da minha cefálica
Então muito cuidado com cada linha
Cê sabe mais que ninguém que eu tenho o sangue do perigo
E cuidado com cada linha, não venha contar mentira
Que tudo que você sabe foi porque aprendeu comigo

[Gabriel Rodrigues]
Cê não ta cansado, você tá é sedentário
Sentado na cadeira achando que é diretor
Direcionando a culpa da sua preguiça pois é fraco
Sabe que o que cê faz eu faço bem melhor e isso te causa dor
Não quero ser dono do mundo, mas apenas um segundo se passa
Te humilho conquistando meu espaço
Acha que é rei, tá ligado eu sou sensei
A piada é você fazendo papel de palhaço
Me pegou pra batalhar num dia ruim
Você tá ligado que eu não queria te condenar assim
Começou a fazer rap primeiro, sim
Volto no tempo, aprendo tudo antes e volto pra causar seu fim
Poderia ter recusado a proposta mas não quis
Poderia ter saído e te fodido mas não fiz
Preferi ficar na minha, escalando cada nível
Já você tá tropeçando engolindo o que diz
Mas pra falar, tem que ter pra contar
Infelizmente, Lucas aqui jaz
O melhor não copia, ele faz
Não passa vergonha falando que é foda ficando pra trás
Quis me enfrentar, só que não sabia
Que não ia aguentar uma revanche
E agora vai falar qual sensação que dá
Em campo de batalha ser irrelevante

[Lucas ART]
Vai voltar no tempo? Ficção
Tá com medo de me atacar, então corra
Sai dessa ilusão e só fique são
Que na vida real, eu que mando nessa porra
Sempre acreditei no teu talento
Mas tô vendo que tá lento, perde o passo e hoje morre
Sempre foi o secundário e isso é um fato planetário
Todos querem ser o Batman, ninguém quer ser o Robin

[Gabriel Rodrigues]
Não preciso pagar de super só pra ter poder
Já tem a capa, já tem a máscara, só falta se esconder
Secundário é o que morre pela honra
O ego cega o morcego que enxerga que o orgulho é maior que você
Isso tudo é surreal, você achar que tá normal
Batalhar contra mim, perece até ser legal
Mas até me sinto mal, não é ficção, é cerebral
Livro de Lucas, travessão, perdeu, ponto final

[Lucas ART]
Diz que é tudo surreal, mas que não é ficção
Assim como tua vida, tua rima não faz sentido
Então cuidado comigo que desde sempre sou mito
Você pode ser meu amigo, mas é substituível

[Gabriel Rodrigues]
Eu concordo contigo, se for substituído
Carrego comigo o que eu aprendi com o meu trabalho
Enquanto alcanço o topo, deixo pra trás o aprendizado
Com certeza quem aprender te supera muito fácil