Publicidade
Kara Véia

Kara Véia

Foi Você/ Eu e Você/ Vaqueiro Violeiro (pout-pourri)

Álbum: #Kara Véia - Mais Tocadas 2 Plays

Foi Você/ Eu e Você/ Vaqueiro Violeiro (pout-pourri) Letra


Entrar no grupo do telegram

Foi você que me fez sonhar
Como eu sonhei

Quando te avistei pela primeira vez
Me apaixonei pelo seu olhar
Seu andar faceiro, seu olhar falheiro
Fez este vaqueiro se apaixonar

Foi você que me fez sonhar
Como eu sonhei

Louco sonhador me perdi de amor
Já nem sei quem sou de tanto te amar
Me pegou de jeito, acertou meu peito
Um tiro perfeito sem eu esperar

Foi você que me fez sonhar
Como eu sonhei

Vou te procurar e quando encontrar
Quero te abraçar com muito prazer
Acabar de vez com a solidão
Tu és a razão que me faz viver

Foi você que me fez sonhar
Como eu sonhei

Chegou a hora de sentarmos e conversar
Pra decidirmos o que fazer de nós dois
O nosso caso começou a se complicar
Melhor agora do que deixar pra depois

Você e eu somos adultos e sabemos
Que quando as coisas se complicam a gente para
Se temos medo de sofrer a vida inteira
O o nosso amor é bem mais forte que as barreiras
Como uma coisa do destino a gente encara

Eu e você
Somos amantes e amigos, muito mais que amor
Infelizmente nosso caso complicou
Chegou a hora de tomar a decisão
Se for um jogo
Pra não perder, jogamos de carta na mesa
Se nos amamos, se temos a certeza
Vamos fazer o que mandar o coração

Alegria do vaqueiro é pegar o boi na invernada
Ofício do violeiro é fazer versos pra amada
Alegria do vaqueiro é pegar o boi na invernada
Ofício do violeiro é fazer versos pra amada

Meu destino é ser vaqueiro
Amo a minha profissão
Me tornei violeiro por força do baião
De dia tô na peleja pegando boi no laço
De noite eu toco viola pra esquecer o cansaço
Faço versos pra o meu bem que adormece em meus braços

Alegria do vaqueiro é pegar o boi na invernada
Ofício do violeiro é fazer versos pra amada
Alegria do vaqueiro é pegar o boi na invernada
Ofício do violeiro é fazer versos pra amada

Levando a vida no laço, eu faço o meu caminho
Com minhas cordas de aço nunca estou sozinho
Sou vaqueiro, violeiro das bandas do sertão
Conheço boi mandigueiro feito a palma minha mão
Eu conheço boi mandigueiro feito a palma minha mão